Atenção! Aqui é Banânia, ô meu? Vamos todos tomar no bambu?

Escrevo esse artigo no dia 9 de Julho de 2017. E lá se vão 85 anos que heróis da resistência e revolucionários paulistas ficaram sozinhos numa luta inglória sem apoio de outras frentes derrotadas no Rio, Minas e Rio Grande do Sul. A Revolução de 1932 zelava por valores democráticos e recebeu apoio maciço do povo de São Paulo para combater o ditador Getúlio Vargas. Esses bravos lutavam contra o governo provisório do tirano populista e recorreram à fabricação de artefatos improvisados como explosivos e engenhocas (que produziam sons de metralhadoras) e desse modo assustar o inimigo. O resto é história, mas a conclusão é que o movimento de 32 ainda não acabou e os tiranos de plantão continuam mortos-vivos e assombrando.

Desde 18 de maio de 2017, o Brasil (também conhecido como Banânia) sofreu um terremoto de potência máxima com um depoimento e acordo de melação premiada dos mentirosos Esleys caipiras-da-quinta-avenida, que forneceram um estoque de bambu estragado para Enganot (cujas flechas misteriosamente nunca acertam petistas). A armadilha Janot-Fachin- Globo-Época tinha o belo mote: Sinbora derrubar Temer e botar Maia no lugar? Assim pretendem emplacar Lula e manter o país subjulgado por máfias e ineficiente por mais 100 anos. Aleluia!

Acontece que o slogan da quadrilha não colou e não houve blogueiro, foicebook, empresário corrupto, Época, Globo, Folha, Antagonista, OAB, CNBB, MST e demais aliados do Foro de São Paulo e sugadores do Estado que fizessem a população comprar a história triste dos irmãos Batista. O POVO DEMONSTROU NOJO POR JANOT! Mas quem foi contra essa armação (travestida de delação) foi chamado pela tal “imprensa livre fake news” de “MAVs do Temer”, isso apenas por cobrar nas redes (e não nas ruas) que a delação não fosse apenas um instrumento político criado para desmoralizar o outrora eficaz instrumento.

O mais estranho ainda é o prêmio da mega-sena que fez o tal do procurador assistente do Janot, Sr. Marcelo Miller (que assessorou Nestor Cerveró), a abandonar o MPF para ser contratado como personal trainer de delação premiada da JBS. Só que no meio do caminho havia um Dodge, havia um Dodge no meio do caminho! Esperamos que a Dodge passe por cima dessa história e atropele com tudo todos os procuradores que querem ser espertinhos no meio do caminho, não precisamos de mais inimigos do que temos, e nem gente atirando flechas de bambu produzidas com uma régua torta (que rima mais infeliz essa do bambu, hein?)

Hoje eu não vou me alongar, pois para além da prisão de Geddel (não comentei, mas tem link abaixo) serão tantos os fatos que irão se desdobrar na próxima semana que qualquer elocubração neste momento é inútil! Teremos a aceitação ou não da denúncia de Temer na Câmera? Como será a sabatina da Dodge no Senado? Zé Dirceu continuará a tocar fogo no circo? A única coisa certa é que o país virou um filme de terror e que a gente não tem muita escolha, ou assiste o Drácula no palácio do Jaburu com sua horda de morcegos e vampiros, ou a dupla Bolinha/Aldo Rebelo no Alvorada como marionetes do Lula Fred Krugger da Silva no comando de suas mulas amestradas do STF para terminar de destruir o pouco que restou de país. O mais certo é que vamos todos juntos tomar no bambu!

Boas férias pra quem estiver de férias! Boa Luta pra quem estiver na luta! Não deixemos nunca de combater o bom combate, mas sem flechas de bambu que voam sempre na direção errada.

Neusa Andrade


LINKS DE CONSULTA SUGERIDOS

Aqui é Lula, aqui é GEDDEL!

Revolução de 32

Programa 3 em 1 JOVEM PAN

ATIVISMO JUDICIAL

INFOWAR: DISPUTAS DA LINGUAGEM POLÍTICA

REVOLUÇÃO FRANCESA


SAIBA MAIS SOBRE MIM
Neusa Andrade

Empresária e diretora executiva da “A casa da árvore”;

Consultora em Redes e Tecnologias da Informação para formação de Comunidades Virtuais, Economia Circular e Logística Verde;

Doutoranda em Engenharia de Produção;

Mestre em Administração de Empresas;

MBA em Gestão Estratégica de Negócios (USP/FEA);

MBA em Tecnologias da Informação para Sustentabilidade (USP/POLI);

Anúncios

2 comentários sobre “Atenção! Aqui é Banânia, ô meu? Vamos todos tomar no bambu?

  1. Caríssima, o bambu entra sempre no kularinho do povo que fica como expectador dessa novela onde os mocinhos são os bandidos e os bandidos são mesmo os bandidos.

    Chamar o Enganot de enganot é uma delicadeza de sua parte. Nosso Brasil está presenciando uma de suas maiores conspirações desde os idos de 1500. Nem tudo o que vemos é a verdade. Tudo o que nos mostram tem um dedo podre da alma que se diz honesta e da do Goebbels que estava preso e foi livrado para que articulasse essa quadrilha que está a postos…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s